PROIBIDO COMENTÁRIOS ANÔNIMOS

PROIBIDO COMENTÁRIOS ANÔNIMOS
Não publicamos comentários que não sejam identificados!

sábado, 30 de maio de 2015

IFRN: Aberto edital para processo de seleção de professores substitutos (História e Biologia)

A Diretoria Geral do Campus Ipanguaçu abre inscrições para o processo seletivo de professor substituto - Edital Nº003/2015. São duas vagas, uma para professor de história e outro de biologia. As inscrições serão iniciadas amanhã (29) e seguirão até o dia 07 de junho. O candidato deverá se inscrever através do site (http://professorsubstituto.ifrn.edu.br)
Para ser isento da taxa de inscrição o candidato deve esta inscrito no cadastro único para programa sociais do Governo Federal ou declarar ser membro de família baixa renda, como consta descrito no item 5.6 do Edital. O candidato que necessitar de condições especiais para realizar as provas deverá apresentar, junto ao setor de protocolo do Campus Ipanguaçu, requerimento devidamente instruído com atestado médico, descrevendo a sua necessidade e especificando o tipo de atendimento que a Instituição deverá dispensar no local das provas. O protocolo deve receber o requerimento até o último dia das inscrições, das 08h às 12h e das 13h às 16h. 
O Processo Seletivo Simplificado será constituído de uma Prova de Desempenho e de uma Prova de Títulos. A divulgação das data, horários e locais de realização dos sorteios dos temas acontecerá no dia 12 de junho, como apresenta o cronograma do processo seletivo, localizado no Anexo II
O Processo Seletivo terá validade de dois (2) anos, a contar da data em que for publicada a homologação do resultado final no Diário Oficial da União, podendo ser prorrogado por igual período. O resultado final será divulgado no dia 25 de junho de 2015 através deste portal. 
Prof. Roberland Queiroz
Fonte: IFRN

quinta-feira, 28 de maio de 2015

SEEC-RN DIVULGA RESULTADO DO PROJOVEM CAMPO E URBANO


O Governo do Estado do Rio Grande do Norte por meio da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura – SEEC/RN, torna público, conforme disposto no Edital nº 02/2015-SEEC, o RESULTADO PRELIMINAR do Processo de Seleção Simplificada, para Cadastro Reserva de profissionais para prestarem serviços no Programa – PROJOVEM URBANO.
Mais informações pelos telefones 3232-1467 / 1420.

Fonte: SEEC-RN

quarta-feira, 27 de maio de 2015

Resultado do PROJOVEM URBANO - SEEC

O Governo do Estado do Rio Grande do Norte por meio da Secretaria de Estado da Educação e da Cultura – SEEC/RN, torna público, conforme disposto no Edital nº 02/2015-SEEC, o RESULTADO PRELIMINAR do Processo de Seleção Simplificada, para Cadastro Reserva de profissionais para prestarem serviços no Programa – PROJOVEM URBANO.
Ressalva: o resultado preliminar do Processo de Seleção Simplificada, para Cadastro Reserva do Programa – PROJOVEM CAMPO, será divulgado a partir das 18:30.

Fonte: SEEC

UMA BOA NOTÍCIA PARA A EDUCAÇÃO: SEEC firma parcerias com prefeituras para implantação do sistema SIGEduc.

Foto: http://www.educacao.rn.gov.br/ 
      Há muito que os professores das escolas municipais, solicitavam que os municípios adotassem um sistema de gerenciamento de informações escolares.  Inclusive eu, juntamente com meus colegas da EMIAT (Escola Municipal Isabel Aurélia Tôrres - Apodi/RN), já tínhamos entrado em contato com o poder público na tentativa de que sistema semelhante ao SIGEduc fosse implantando não apenas na nossa escola.  
      Essa demanda se dá pela necessidade de se minimizar o tempo dedicado às questões burocráticas escolares (preencher diários manuais e boletins, entre outras), que poderia estar sendo melhor aproveitado para planejamento de atividades didáticas/pedagógicas.
     Particularmente a demanda ficou ainda mais recorrente em virtude do nosso Projeto Aluno de Ouro, que necessita de uma atualização constante, rápida e eficiente das informações que nos possibilitem obter os resultados de uma forma mais eficaz.
    Assim essa iniciativa muito irá contribuir para o trabalho das escolas municipais que aderiram a este convênio (Apodi está inclusa).  De nossa parte gostaríamos de parabenizar a todos os envolvidos e que medidas semelhantes sejam uma constante na educação.

Fonte : SEEC-RN (clique para maiores informações)

Prof. Roberland Queiroz

segunda-feira, 25 de maio de 2015

Pagamento do mês de maio dos servidores estaduais


O governo do Estado do Rio Grande do Norte, através da SEPLAN, disponibilizou informações ao SINSP/RN sobre o calendário de pagamento dos servidores estaduais referente ao mês de maio. 


Imagem ilustrativa. 



Na quinta-feira (28), irão receber todos os servidores estaduais inativos e pensionistas independente de faixa salarial.

E na sexta-feira (29), o governo do estado pagará a todos os servidores estaduais. Independente de faixa salarial, de secretaria e de órgão.

Informações no SINSP/RN 

Assassino da psicóloga Natália foi preso, ele confessou o crime.


No último sábado (23), a polícia prendeu o único suspeito do assassinato de Natália Tâmara Macêdo, que foi encontrada morta, esfaqueada, em estrada carroçável para São Gonçalo do Amarante.

Trata-se de Carlos André dos Santos, que depois de preso confessou o crime, afirmando que estava sob efeito de álcool no momento do crime. Ele foi preso em flagrante e autuado por homicídio duplamente qualificado. 

Infelizmente, qualquer argumento usado por este rapaz não vai apagar a cena da memória dos familiares que teve seu corpo enterrado na tarde de sábado (23), mesmo dia em que ele foi preso


Carlos André dos Santos

De acordo com o delegado Raimundo Rolim, Carlos André afirmou que atraiu a vítima dizendo que tinha umas frutas para a mãe dela na casa dele. De acordo com o depoimento, Natália foi ao local buscar as frutas e chegando lá foi assediada pelo criminoso. Ela reagiu e deu-se início a uma luta corporal. "Ele disse que então pegou uma faca de serra, dessas de cortar pão, e deu várias facadas no pescoço dela", afirmou o delegado.

Imagem e informações extraídas do G1 RN. 

Estudante faz relato de todo o percurso de luta em prol dos transportes dos estudantes universitários


A Estudante Monique Menezes expôs, em sua página do Facebook, um relato claro e preciso do real percurso de lutas dos estudantes em prol do transporte universitário durante o ano de 2015. 

EIS O RELATO 

Como mãe de estudante e participante do movimento não tenho dúvidas de que as palavras de Monique são verdadeiras, e ressalto, na minha opinião ninguém pode se apoderar de qualquer conquista a respeito desse transporte, a não ser esses estudantes que LIVREMENTE, sem o apoio de qualquer entidade ou instituição, PORQUE NEM UM SOM QUE PRESTASSE TIVERAM À SUA DISPOSIÇÃO, enquanto desde a quinta feira, pessoas que moram em adjacências do Calçadão da Lagoa são obrigadas a ouvir o barulho de paredões tocando LIXO. Os estudantes foram às ruas com a "cara e a coragem" e conseguiram (sim, foram eles que conseguiram, ninguém mais), os tais valores de 27 mil reais. EU ACHO POUCO, talvez não por minha causa, mas porque EDUCAÇÃO É TUDO e é dever de todos: 

Art 149 - A educação é direito de todos e deve ser ministrada, pela família e pelos Poderes Públicos, cumprindo a estes proporcioná-la a brasileiros e a estrangeiros domiciliados no País, de modo que possibilite eficientes fatores da vida moral e econômica da Nação, e desenvolva num espírito brasileiro a consciência da solidariedade humana (Constituição Federal, 1988). 
Art. 1º A educação abrange os processos formativos que se desenvolvem na vida familiar, na convivência humana, no trabalho, nas instituições de ensino e pesquisa, nos movimentos sociais e organizações da sociedade civil e nas manifestações culturais.
Art. 2º A educação, dever da família e do Estado, inspirada nos princípios de liberdade e nos ideais de solidariedade humana, tem por finalidade o pleno desenvolvimento do educando, seu preparo para o exercício da cidadania e sua qualificação para o trabalho  (Art. 1º, 2° da LDB 9.394/96).

Complementando que, a educação, constitucionalmente é um direito fundamental do brasileiro, e assim sendo, não pode ser violado. 

Art. 5º Todos são iguais perante a lei, sem distinção de qualquer natureza, garantindo-se aos brasileiros e aos estrangeiros residentes no País a inviolabilidade do direito à vida, à liberdade, à igualdade, à segurança e à propriedade [...] 

Já li vários comentários, os quais argumentam que os estudantes não vão às reuniões da associação. Será que eles estão errados por isso? Temos que procurar uma resposta justa, porque, as provas factuais demonstram o indício de que o SIM é a melhor resposta diante das distorções que têm ocorrido. 

Só sabemos que, em um contingente de mais de aproximadamente 500 estudantes, somente 50, 100 ou até mesmo 200 decidirem por todos não está correto.  

Por Mônica Freitas 


domingo, 24 de maio de 2015

Advogado Marcos Pinto sugere marco regulatório para o potencial hídrico de Apodi

Em um artigo intitulado: UM IMPRESCINDÍVEL MARCO REGULATÓRIO PARA O POTENCIAL HÍDRICO DO APODI, o advogado Marcos Pinto faz menção de que se regularize nosso potencial hídrico. 


É incontestável e atual a corriqueira afirmativa de que a minha amada terrinha Apodi é a "Capital da Água" do estado. A assertiva prende-se às qualidades de pureza da água, beirando o grau da nossa apreciada água mineral, bem como ao fato de que está sendo o principal polo fornecedor do precioso líquido, para quase todas as cidades do médio e alto Oeste potiguar. Ao mesmo tempo que nós apodienses inflamos o peito, com justificado orgulho, por sermos detentor desse importante perfil aquífero, ficamos entregues a uma silente concepção no que consiste a interrogação da nossa estranha esquiva em gerirmos com competência e sobriedade técnica o nosso reconhecido e tão louvado potencial hídrico. Espanta-nos o fato de que, conforme dados extra-oficiais, cerca de 150 caminhões-pipa saem, diariamente, abastecidos com a apreciada água apodiense para abastecer e sanear a escassez da água de cidades localizadas nas regiões do médio-oeste e alto Oste potiguar.

Diante a incontestável realidade de que estamos vivendo um triênio das famosas "secas-verdes" - que são aquelas em que há uma formação de pastagens para consumo dos nossos animais, porém, sem enchimento de nossos açudes, barreiros e lagoas, não há como negar que nosso orgulho bairrista da ostentação de nosso potencial hídrico está literalmente "banhando" nosso amado rincão com um indiferentismo doentio, que se espraia com raios de luz perseguindo a escuridão de nossa ignorância. Essa injustificada indiferença é aproveitada pelo oportunismo dos vendedores da nossa água. Simplesmente perfuram pequenos poços artesianos, onde alcançam o lençol freático em pouca profundidade, cerca de 150/200 metros, e passam a venderem, de forma aleatória e sem controle, somente ávidos em auferirem recursos econômicos, sem a necessária preocupação e precaução para um iminente exaurimento do lençol freático.

É preciso que, não somente nós apodienses, mas todas as autoridades constituídas do estado e do país, atentem para esse consumo não-controlado do nosso conhecido Aquífero-Assu, uma vez que a sua principal fonte de recarga que é a nossa Mãe-Lagoa de Apodi está totalmente seca, por omissão voluntariosa das ex-governadoras Wilma de Faria e Rosalba Ciarlini, bem como dos prefeitos Pinheiro, Gorete Pinto e o atual Flaviano Monteiro, que não envidaram esforços no sentido de reconstruírem a ombreira direita da barragem construída no leito do rio Apodi,destruída na enchente do ano 2008. Essa pequena barragem faz o represamento da água oriunda da comporta aberta da barragem Santa Cruz, que com o refluxo abastece a lagoa via comportas da ponte da Br-405.


Barragem de Santa Cruz
Foto: Blog da Thaysa Galvão 


Somente em Dezembro de 2014 é que houve um grito de protesto pela calamitosa situação da lagoa de Apodi, quando a Colônia de Pescadores Z-48 por seu profícuo presidente fez a apresentação de projeto para representantes do governo do estado/ Secretaria de Recursos hídricos e sociedade apodiense, contendo números, custos e dificuldades para a recuperação da referenciada barragem.

O que ocorre é a falta de conhecimento e conscientização de nossas reais potencialidades hídricas, como componente da área do famoso Aquífero-Assu. Há que nos preocuparmos com a iminente queda no nível do nosso lençol freático. É preciso que o Sr. Prefeito do município de Apodi envie, de forma célere, um Decreto-Normativo à Câmara Municipal estabelecendo um marco regulatório quanto ao consumo e venda do nosso indispensável líquido, inclusive fixando a cobrança de Royalties para consumidores e compradores via carros-pipa. Assim penso e tenho dito.



Por Marcos Pinto. (25.05.2015).

UFRN, mais uma vez no topo da qualidade, agora no curso de Letras/ Português EaD.






 Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (INEP) atribuiu nota 5 ao Curso de Letras - Português - na modalidade a distância da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A avaliação foi feita por uma comissão realizada no período de 10 a 13 deste mês de maio.

O conceito máximo dado ao curso é resultado de uma combinação da qualidade exigida pela legislação da Educação a Distância (EaD) vigente no país, com as diretrizes curriculares estabelecidas pelo MEC para o referido curso de graduação e da constatação dos aspectos exigidos pelo INEP, durante a visita da comissão.

O conceito representa a soma da pontuação conquistada pelo curso na organização didático -pedagógica, no corpo docente e tutorial  e  na infraestrutura.

Em nota aos integrantes do curso de Letras – Português a distância, a reitora Angela Maria Paiva Cruz parabenizou-os pela obtenção do conceito 5, citando “o esforço de professores, de coordenadores, de alunos e de gestores que cumprem o projeto pedagógico do curso com qualidade”.

Curso

Vinculado ao Centro de Ciências Humanas, Letras e Artes (CCHLA), o curso de Letras – Português, modalidade a distância, foi criado pela Resolução 217/2010 de 7 de dezembro de 2010 do CONSEPE-UFRN. Ofertado inicialmente com 50 vagas desde 2012, no Campus Central e em mais 11 polos do Rio Grande do Norte, o curso atende também, demandas de municípios de outros estados.

Coordenado pela professora Sulemi Fabiano Campos, doutora em Linguística e em Língua Portuguesa, o curso tem carga horária é de 2970 horas/aula e duração mínima de oito períodos letivos, conforme as Diretrizes Curriculares. Desde 2014, passou para 200 vagas e atua em comum acordo com a Secretaria de Educação a Distância (SEDIS) da UFRN, produtora do material didático para os cursos a distância da UFRN e de outras instituições que ofertam EaD no país.


Informações extraídas do Portal UFRN

Falar de transporte universitário: até quando isto vai ser motivo para tanta politicagem?


Fiquei sabendo via rede social que os estudantes filiados a AENTS, os que costumam ir às reuniões, decidiram acatar a proposta do prefeito, que é de "doar" 27 mil reais mensais, o que depois de cálculo importa em valores para os estudantes e pais destes pagarem, em torno de 70 reais. 

Mas, como medida de segurança, (e eu apoio), os que estavam presentes decidiram também planejar a contratação de mais um carro, para evitar a superlotação que ainda seria problema pagando o valor acima citado. Com esta nova proposta, o valor mensal passa a ser de 110 reais. Também acho bastante interessante a preocupação da AENTS em pensar nisso e achar viável a contratação de mais um carro, uma vez que, passamos (nós pais somos a maioria que banca) esse tempo todo do ano de 2015 pagando mais de 200 reais. 

Todavia, alguns "flashes" me chamam atenção:

Primeiro: a associação que acredito ser dos estudantes nunca consegue reunir um número de estudantes ideal, de forma que se atinja uma maioria absoluta que evite discussões quando algo for decidido. 

Segundo: o motivo de não conseguir reunir os seus associados está muito claro, assim como sempre esteve. O fato é que uma entidade de classe jamais poderá se deixar intimidar diante de qualquer poder, seja público ou privado, desde que se utilize de atribuições legais, pacíficas, ordeiras, mas, jamais deverá fugir da defensiva da classe para ser excessivamente compreensível às partes antagônicas, que é o mais costumeiro acontecer por aqui. 

Escrevo isso aqui porque já assisti, tanto no passado, quanto nestes tempos atuais, antes e depois de várias mudanças, a mesma postura equivocada dos membros dessa entidade. Sempre há um discurso que transparece o apoio às pessoas do poder nas quais quem está à frente votou. Aí o negócio se desmantela porque as tentativas de acordo giram em torno de ALGUMAS DEFENSIVAS que acabam manifestando a ideia de que a associação não é dos estudantes, mas da outra parte. 

Coloco isso porque as mesmas promessas, os mesmos episódios aconteceram em outras gestões. Vamos ler a notícia abaixo, que é datada de 31 de janeiro de 2009: 


Alguns meses depois, olha o que foi que aconteceu um ano e poucos meses depois: 

Print extraído do blog http://apodienquete.blogspot.com.br - 2010


Descobri que a história com a PRF não e nada nova. Mas, fiquei com uma dúvida: Será que houve denúncia? Quem será que denunciou o ônibus de Afeu naquela época? 

Vamos mais para frente: 


Print extraído do blog Malvinas net
E pasmem, mais adiante a novela chega ao sue clímax: 

Print extraído do blog do Emerson Medeiros. 


Esses registros deram vasão ao que todos nós já sabemos: discursos de candidatos em favor dos universitários, bla, bla, bla, bla costumeiro em ano de eleição e em especial na época da campanha. Depois de 2012 todos sabem o que ocorreu, projetos, leis, promessas, manchetes com conteúdo parecido com a da matéria do link lá em cima, euforia da associação, apoio, defesas..................................................................DESCUMPRIMENTO, hoje. 


E tudo continua... Eu vou me comportando assim como no poema abaixo: 



Agredindo o silêncio com palavras,
Fecho a porta das ilusões e abro a da minh’alma.
Decidido a abafar as fantasias e enfrentar a realidade,
Encubro o passado com toda a minha humildade.

Tudo o que fora, foi-se,
Tudo o que é, será,
Tudo o que será, é,
Tudo o que existe, prosseguirá.



Ricardo Macedo em: Soneto da Continuidade

Faço minhas, as palavras do poeta. Com um detalhe: a mudança, não está na mão, nem na mente, nem no coração de quem prometeu, mas no propósito de quem recebeu a promessa. 

Por Mônica Freitas 

A cena não é nada apreciável, mas é real, mais uma mulher morta de forma brutal.

Natália Tâmara Felipe Macêdo. Psicóloga, jovem, linda, uma vida inteira pela frente. Aí vem um psicopata e a interrompe de viver seus sonhos, seus projetos, sua vida. A ataca com uma faca e uma pelo comando de uma mente podre. O fato ocorreu em São Gonçalo do Amarante/RN, quando na sexta-feira (22) encontraram seu corpo em uma estrada carroçável, esfaqueado. 




Eu me retorço toda ao ver as duas cenas da foto e perceber que a cada dia o homem demonstra que pouco evoluiu. Para mim essa situação é REPUDIANTE, não porque a vitima é mulher, somente por isto não, mas porque tenho notado que todos esses aterrorizantes episódios têm sempre como personagens agressores, pessoas que nem parecem "gente" e que poderiam ter evitado tais fatos, de diversas formas. 

É revoltante, é inaceitável, é repudiante!

Fica aqui a minha indignação!

Por Mônica Freitas 

sexta-feira, 22 de maio de 2015

UERN: Inscrições para professor substituto do Departamento de Educação podem ser feitas até amanhã

A Fundação Universidade do Estado do Rio Grande do Norte (FUERN), por meio da Pró-Reitoria de Recursos Humanos e Assuntos Estudantis (PRORHAE), torna pública a abertura de inscrições para o Processo Seletivo Simplificado para professor(a) substituto(a), considerando a demanda de sala de aula do semestre letivo 2015.1. 
Está sendo oferecida uma vaga para o Departamento de Educação do Campus Central, em Mossoró. O interessado precisa ter graduação em Pedagogia ou Psicologia, com pós-graduação. A carga horária é de 40 horas. 
As inscrições podem ser feitas até 22 de maio, das 7h às 11h e das 19h às 21h30, no Departamento de Educação, no Campus Central.

Por Roberland Queiroz
Fonte: UERN

Prefeitura de Viçosa se coloca a disposição para apoiar o Centro Histórico Cultural Tapuias Paicaus da Lagoa do Apodi (CHCTPLA)


Nesta terça-feira (19) a presidente do Centro Histórico Tapuias Paiacus da Lagoa do Apodi (CHTPLA) Lúcia Maria Tavares, acompanhada de um dos colaboradores da instituição Isaac Tôrres, esteve no município de Viçosa/RN, que fica localizado no pé da Serra de Portalegre. 

O referido município foi palco de cenas sanguinárias da chacina de 70 jovens tapuias paiacus quando estes, liderados pela índia Luíza Cantofa se rebelaram pelo fato de terem sido levados da Ribeira do Apodi para a Serra dos Dormentes (como era conhecida a Serra de Portalegre na época), e lá foram jogados em terras improdutivas, onde não podiam exercer suas atividades de subsistência. 

A colônia, com a promessa de devolvê-los às terras de origem, vinham trazendo os tapuias, mas os mesmos se rebelaram no caminho, justamente no território que hoje se situa o município de Viçosa e lá foram mortos pelos soldados. 

Mediante este fato histórico que foi contundente para o projeto de dizimação dos índios, executado pela colônia e que reproduz a ideia até hoje, de que realmente conseguiram dizimar a etnia, e considerando que este projeto não se consolidou totalmente, por se ouvir relatos orais pertinentes sobre a permanência e resistência estratégica da nação tapuia nas terras do sertão potiguar, o CHCTPLA se presta ao serviço de demarcar os pontos históricos. 

Viçosa terá um dos marcos históricos lá encravado, a partir da luta de Lúcia Tavares, que recebeu doação dos blocos de granito de um empresário do ramo de mármores da Chapada do Apodi. 

O prefeito de Viçosa, conhecido como Toinho do Miragem e a vereadora Antonia Sabino, se posicionam a favor do projeto do CHCTPLA e declaram total apoio à colocação do marco histórico e ainda à construção de uma corredor histórico-cultural até o local. O chefe de gabinete Marcio Wagner também reafirma o apoio: "A prefeitura está disposta a receber e ajudar a Lúcia", disse. 


Lúcia Tavares na prefeitura de Viçosa/RN. 


Vale ressaltar que a entidade, que conta hoje com cerca de 40 famílias descendentes da etnia Tapuia Paiacu do Apodi cadastradas, pretende colocar outros dois marcos nos seguintes locais em Apodi:  no Bairro Bico Torto, onde estão enterrados Manoel Nogueira, Baltazar Nogueira e um grupo de tapuias que foram mortos em conflitos; no Córrego das Missões, onde estava situada uma das aldeias Tapuia Paiacu. No entanto, pela falta de recursos e de apoio dos órgãos públicos da nossa cidade, a colocação dos marcos ainda não foi possível em nosso município. 

Por Mônica Freitas 


quinta-feira, 21 de maio de 2015

SELEÇÃO PROJOVEM PRORROGA RESULTADO DA SELEÇÃO

Secretaria Estadual de Educação (Seec) informa que em virtude do grande número de inscritos no processo seletivo simplificado PROJOVEM URBANO E PROJOVEM CAMPO será prorrogado o prazo de divulgação dos resultados. 
Segue abaixo o novo cronograma com os resultados:
  • 27/05 -> Resultado Preliminar
  • 28 e 29/05 -> Prazo para Recurso 
  • 02/06 -> Resultado Final 
Qualquer dúvida entrar em contato pelos telefones 3232-1467 / 1420.

Fonte: SEEC-RN

quarta-feira, 20 de maio de 2015

UFERSA- Pau dos Ferros RN oferta o maior número de vagas entre as universidades públicas brasileiras


Foto: Assecom - Ufersa
Até o primeiro semestre deste ano de 2015, o Campus da UERSA da cidade de Pau dos Ferros disponibiliza somente o curso de Ciência e Tecnologia (C&T). Porém, a partir do segundo semestre, a instituição está pronta para receber os cursos de Tecnologia da Informação, com 160 vagas por ano (80 por semestre), Arquitetura e Urbanismo, com 80 vagas ao ano (40 por semestre), e Engenharia de Software, com 60 ao ano (30 por semestre). Estes números somam ao todo 300 vagas que serão ofertadas até o primeiro semestre de 2016. 
Trata-se do maior número de vagas em curso superior ofertadas em todo o país. 
A escolha dos referidos cursos considera o estudo sobre aspectos como a demanda do mercado profissional; aptidão econômica da região; a carência profissional nessas áreas; o interesse dos alunos, bem como a oferta de cursos por outras Instituições de Ensino Superior (IES). Além de ser uma tentativa de fortalecer os grupos de pesquisa, ensino e extensão.
No total, o Ministério da Educação aprovou nesta quinta-feira, 14, a criação de novas 970 vagas em universidades federais do país. A UFERSA foi contempladas com estas vagas. 

Informações do Mossoró Hoje. 
Adaptadas por Mônica Freitas 

sábado, 16 de maio de 2015

O medo volta a reinar: tentativa de assalto ao ônibus que transporta estudantes da zona rural de Caraúbas



Imagem Ilustrativa

E volta o terror dos assaltos na RN 233. Na noite desta sexta feira (15), o ônibus que faz a rota com estudantes Universitários da UERN e UFERSA, teve que passar direto da entrada da comunidade de Mariana, na zona rural de Caraúbas porque quando chegou ao ponto de acesso à comunidade, local onde durante a semana duas motocicletas foram tomadas, o motorista avistou  cordas de um lado para o outro da estrada vicinal. 

Ao avistar a tentativa de barreria com cordas, ele não parou, seguindo pela RN 233. Mas, quando os bandidos perceberam a fuga do motorista começaram a efetuar disparos contra o veículo e por milagre não atingiu ninguém. 

O GTO de Apodi foi acionado e está em diligencias em busca dos elemento. 

Um detalhes importante é que os bandidos podem ter se aproveitado de um momento em que a viatura da Polícia que faz a escolta dos alunos para os setores não estava no local.


O ônibus que sofreu a tentativa de assalto é o que leva estudantes Caraúbas para as comunidades de Mariana, São Geraldo e Apanha Peixe via RN 233. Não é o que transporta estudantes de Apodi, mas, diante deste fato, os estudantes da nossa cidade certamente já estão temendo serem as próximas vítimas.

As informações acima foram extraídas do Blog Icém Caraúbas. 

Adaptações por Mônica Freitas 

quinta-feira, 14 de maio de 2015

Eu creio que o espírito manso de Dodonha a fez Bem Aventurada!


Foto: Facebook de Poliana Raposo.

Viver e morrer são situações que parecem tão distantes, mas são tão próximas, e às vezes quando vivemos a situação "morte" em casos específicos, o sentimento e a experiência do momento, do caso específico, nos ajuda a ensinar muitas coisas que até então não havíamos aprendido. 

Hoje, 14 de maio de 2015, me sinto assim, com um novo aprendizado acerca do sentimento humano quando assiste a morte de alguém, que às vezes nem conheceu profundamente, mas a imagem construída pela aparência, a interpretação pessoal elaborada durante os anos de visualização também servem para definirmos um tipo de saudade, talvez diferente daqueles que estão envolvidos no processo de convivência de quem morreu. 

Falo da partida da professora Conceição, Dodonha, como todos a conheciam. 
Nunca tive intimidade com ela. Da família conheço os sobrinhos e sobrinhas, com os quais já convivi em alguns momentos que a vida nos oferece. Mas, ela, apesar de ser colega, nunca tive nenhuma aproximação sequer. 

Porém, a sua imagem é viva na minha memória: 
Aquela mulher de silhueta admirável aos olhos da estética atual, de corpo esbelto e cintura bem definida; de elegância sublimar na maneira de vestir-se. Externamente eu poderia lhe desenhar desta forma. 

Não! Mas, eu não quero apenas desenhar a sua embalagem amorenada, vista por muitos como defeito e por mim como um enfeite. Eu quero também delinear o que senti da sua alma. Não era só o corpo que eu via passar, que às vezes eu encontrava na missa, no patamar da igreja matriz de São João Batista e Nossa Senhora da Conceição, nas escolas pelas quais passei enquanto aluna ou qualquer outra personagem dessa crônica surpreendente que é a vida e lá eu via aquela figura, na maioria das vezes silenciosa e calma. 

Pronto, encontrei a definição mais correta: silenciosa e calma. Era assim que os que creem nisto, provavelmente viam a sua "áurea". Eu prefiro dizê-la com "espirito manso", aquele que Jesus colocou como especial lá no Sermão da Montanha e disse que quem a tivesse era BEM AVENTURADO. 

Eu creio que o espírito manso de Dodonha a fez Bem Aventurada! 

E é com esta frase que deixo as minhas condolências à família Lúcio, uma Genealogia que ao meu ver, marca as tradições culturais da nossa Terra Apodi. 

Por Mônica Freitas 

Servidores da administração direta do Estado ganham ação do PCCR na justiça



Imagem ilustrativa 

O sindicato dos Trabalhadores do Serviço Público da Administração Direta do Estado do rio Grande do Norte (SINSP-RN) anuncia nesta quarta-feira (13) que os servidores da Administração Direta do Estado têm muito que comemorar. Isto porque foi julgada a ação ordinária Nº 0800025-91.2013.8.20.0001, que trata do pagamento dos atrasados do PCCR e neste julgamento a justiça reconheceu o direito de os servidores da administração receberem o atrasado todo corrigido e atualizado. Com isso agiliza a tramitação dos valores dos cálculos dos atrasados de cada servidor.

Cerca de 16.000 (dezesseis mil) servidores foram  representados pelo  o advogado Manoel Batista Dantas Neto, a quem o SINSP agradece. 

Adaptado do Sinsp-RN.


terça-feira, 12 de maio de 2015

Estudantes universitários de Apodi quebram o silêncio e dão aula de cidadania na rua

A tarde desta segunda feira (11) certamente ficará guardada na memória de muitos estudantes universitários  e famílias destes para toda a vida. Sem ônibus para ir até a cidade de Mossoró desde o final do ano letivo de 2014 até o presente momento, eles organizaram um movimento no horário em que costumam sair para a faculdade a fim de sensibilizar o prefeito municipal Flaviano Monteiro para que o mesmo tenha pressa em resolver o problema do transporte, uma vez que o poder público, ao invés disso tem demonstrado desinteresse com relação a esse problema. 

Durante a manifestação, muitos recados estavam estampados em cartazes, adesivos pregados nas camisetas e em letras de músicas tocadas em um serviço de som. 






Fotos: Mônica Freitas 

Pais, mães e amigos também estiveram presentes na movimentação, dando apoio ao recado dado ao prefeito municipal, já que o transporte gratuito ou com a ajuda mínima dos estudantes, que é algo costumeiro desde os tempos que o próprio Flaviano estudou seu curso universitário, pela primeira vez na história de Apodi foi suspenso e parece ser por tempo indeterminado. 


Imagem capturada em tela de vídeo 


Durante o protesto, um áudio com um discurso do prefeito quando foi candidato em 2012 era tocado, relembrando as críticas feitas pelo referido à gestão da época e prometendo melhorias no transporte universitário, devido já haver uma realidade em que os estudantes tinham que pagar uma certa quantia para ir todas as noites aos estabelecimentos de ensino superior. 


video


A audição do discurso, fez-me lembrar parte de um poema de Cecília Meireles: 

"Ai, palavras, ai palavras,

que estranha potência, a vossa!

Ai, palavras, ai palavras,

sois o vento, ides no vento,
e, em tão rápida existência,
tudo se forma e transforma!"


Aliás, por perceber a sonoridade estabelecida pela poetisa usando as palavras forma (primitiva) e transforma (derivada), me vem à mente uma imagem que pode ser definida como a mais forte da movimentação, quando um dos estudantes queima, em praça pública um cartaz com a palavra TRANSFORMAÇÃO. 

Foto: Monica Freitas 

A referida imagem resume em simbologia um programa criado pela prefeitura e que segundo seus elaboradores tem a finalidade de amparar o estudantes universitários com a gratuidade do transporte. Há poucos dias, por força de argumentação dos seus próprios criadores, descobriu-se que este programa, denominado de TRASNSformação, não se tratava de uma Lei que garantisse gratuidade ao transporte estudantil, como fora divulgado, mas de apenas um autorização para a prefeitura investir nesse tipo de ação, já que não existe leis que amparem o benefício. 

A verdade é que, enquanto a novela do transporte se propaga ao longo do ano, as famílias dos universitários (a maioria compostas por pessoas humildes) se desdobram para ter todos os dias cerca de R$10,00 (dez reais) para que seus filhos continuem o curso universitário. Este valor, no final do mês corresponde a cerca de R$ 220 (duzentos e vinte reais) mensais, fora o que a pessoa precisa para se alimentar.

Muitos têm desistido, cancelado matrículas, jogado de lado o sonho da formação por conta de não dispor deste valor durante o mês. Como mãe de universitária, e por não dispor de TANTO DINHEIRO, como muitos imaginam que os pais tenham para garantir esse valor apoio o movimento estudantil em prol do transporte. E aviso desde já aos DEFENSORES DO INDEFENSÁVEL: minhas palavras nada têm a ver com qualquer argumentação a favor de gestão passada, "repassada" ou contra gestão presente ou futura. Trata-se de um apoio em defesa do que é justo, do que pode ser no mínimo definido como uma atitude de SENSIBILIDADE das gestões apodienses, que é isto que representa o transporte universitário historicamente desde o primeiro prefeito que comprou um ônibus e entregou a município para tal fim, Valdemiro Viana. 

Muitas pessoas já foram nomeadas como culpadas, fatos são expostos como motivos, mas nenhum deles apaga a ideia de que há na verdade uma QUEDA DE BRAÇO, nem que seja imaginária, da gestão com os estudantes, pois acreditam que toda reclamação feita em Apodi é encabeçada por um partido de oposição. QUANDO NEM SEMPRE ACONTECE, mas pode se transformar nisto, se o gestor insistir em agir da forma como está agindo. Na movimentação, ninguém tocou nisso, os estudantes protestaram com CIDADANIA. Isto foi o que mais ficou claro.  

E SENSIBILIDADE prefeito, é algo que somente funciona quando é manifestada juntamente com outra palavra, a HUMILDADE, e esta tem faltado não somente como palavra dita, mas como fenômeno da alma humana nesta gestão, que é feita por humanos, acredito. Talvez esse seja o único erro existente para que mesmo não existindo, apareçam tantos erros administrativos. 

Por Mônica Freitas 


sexta-feira, 8 de maio de 2015

Apodi poderá fazer parte da região metropolitana de Mossoró


A deputada estadual Larissa Rosado (PSB) protocolou na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Norte um projeto de Lei que cria uma região metropolitana para Mossoró, cidade da região Oeste do estado. São 26 municípios inseridos no contexto da referida região metropolitana, que segundo o texto, será administrada por um conselho composto por Governo do Estado, prefeitos das cidades e um membro de reconhecida capacidade técnica e ou administrativa.


Foto divulgada pela Assembleia Legislativa e
extraída do G1/RN.

As cidades inseridas são: Tibau, Areia Branca, Grossos, Porto do Mangue, Carnaubais, Ipanguaçu, Assu, Governador Dix-Sept Rosado, Caraúbas, Patu, Umarizal, Campo Grande, Triunfo Potiguar, Janduís, Apodi, Baraúna, Severiano Melo, Upanema, Serra do Mel, Rodolfo Fernandes, Olho D'Água dos Borges, Viçosa, Felipe Guerra, e Riacho da Cruz. 

De acordo com Larissa “O objetivo é criar instrumentos de planejamento, execução e fomento de ações e políticas públicas entre os 26 municípios envolvidos. Recursos para a construção de obras de infraestrutura, tarifa telefônica única, além de acesso a políticas públicas unificadas são algumas das vantagens adquiridas pelos municípios que comporão a região metropolitana de Mossoró"


Mais informações no G1


O Estado do RN é líder nacional com relação ao aumento da taxa de desemprego no primeiro trimestre do ano de 2015


Dificilmente o RN lidera algo que o engrandeça. Estamos no topo da lista em quase tudo que é ruim: educação, saúde, segurança. Esta semana mais um título nacional é revelado. O Estado do RN é o primeiro no ranking nacional quando se fala na elevação da taxa de desemprego nos primeiros três meses de 2015. 

Imagem ilustrativa 

Os números foram revelados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Este registrou que o desemprego subiu nos três primeiros meses deste ano chegando a 7,9%. no ano passado, no mesmo período os números foram de 7,2%. segundo dados divulgados nesta quinta-feira (7). 

Gráfico que apresenta evolução da taxa de desemprego nos últimos 04 anos

Os resultados fazem parte da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios (Pnad) Contínua, que substitui a tradicional Pnad anual e a Pesquisa Mensal de Emprego (PME). Pela primeira vez, o levantamento apresenta as informações detalhadas sobre o mercado de trabalho no Brasil, nas grandes regiões e nos estados. 

Informações adaptadas do G1. 
Por Mônica Freitas